Carro mais caro do mundo custa 650 unidades do Tata Nano

Bugatti Veyron faz em 2,5 segundos o que o indiano leva 35 segundos.Veja a comparação entre os dois automóveis.


A repercussão do lançamento do Tata Nano, que chega ao mercado como o mais barato do mundo, sugere uma curiosa comparação: como seria colocar o compato carro indiano ao lado de um Bugatti Veyron, o automóvel de produção em série mais caro do planeta? Os dois são automóveis, têm direção, rodas, portas, motor e levam pessoas de um lado para o outro. Apesar de toda essa semelhança, ambos são completamente diferentes. Basta ver o preço: o custa Bugatti Veyron US$ 1,3 milhão enquanto o Tata Nano, míseros US$ 2 mil.

Ou seja, quem levar um Bugatti Veyron para casa poderia, pelo mesmo valor, adquirir uma frota de 650 unidades do Tata Nano. Os dois modelos representam as duas extremidades da linha de produtos da indústria automobilística mundial e mostram que o setor tem oferta para todos gostos. E bolsos...

A Bugatti tem uma produção anual limitada de 50 unidades do Veyron. E o Tata Nano, que só começa a ser entregue aos clientes em julho, tem mais de 100 mil pedidos.

Comparar ambos chega a ser uma covardia, mas os números são curiosos. O superesportivo Bugatti Veyron, de origem francesa (a marca pertence atualmente ao Grupo VW), é equipado com um motor W16 quadriturbo de 8 litros capaz de gerar 1.001 cavalos de potência. Já o microcarro indiano Tata Nano tem um propulsor de apenas dois cilindros e 0,623 litro, que gera 33,5 cavalos de potência - 30 vezes mais fraco que o Veyron.
A diferença no desempenho é abissal: enquanto o Bugatti leva apenas 2,5 segundos ir de 0 a 100 km/h, o Nano precisa de 35 segundos para atingir os 100 km/h e mal passa dessa velocidade (105 km/h de máxima). Em compensação, o Nano percorre 22 quilômetros com apenas um litro de gasolina, sendo dez vezes mais econômico que o Veyron (2 km/l).

Uma corrida entre os dois lembraria a famosa fábula da lebre e a tartaruga. Neste caso, o Bugatty Veyron - a lebre - teria que dormir por semanas (ou fundir seu valioso motor) para ser ultrapassado pela "tartaruga" indiana.

Fonte: G1.com.br

Compartilhe este artigo :

+ comentários + 1 comentários

11 de maio de 2009 09:43

pô... a dois mil dólares, gostei da tartaruga indiana... pena que seja muito improvável chegar ao brasil.e SE chegar, podemos multiplicar esse valor por quantas vezes? :D

Postar um comentário

Teste Teste Teste

 
Traduzido Por : Template Para Blogspot Copyright © 2011. WN MANCHETES - All Rights Reserved
Proudly powered by Blogger